O lubrificante a base de água é o mais indicado pois você pode usar também com brinquedos eróticos.
Evite usa vaselina, produtos que contenham cheiro ou sabor (pois podem alterar o PH vaginal causando alergias e candidíase), lubrificante a base de petróleo e outros materiais. Lubrificante não se usa somente em Sexo anal, durante a excitação a lubrificação vaginal pode não ser suficiente e podendo causar dor na hora da penetração.

Show thread

O mais apropriado é usar o lubrificante, não se iludam com filmes pornô.
A saliva seca muito rápido e não desliza muito como o lubrificante, podendo causar (infecções Sexualmente transmissíveis).
E seu parceiro pode achar nojento né?
Então invista em um lubrificante, eles geralmente são baratinhos, ou até mesmo usar a dica sobre óleo de coco.

“I'm for truth, no matter who tells it. I'm for justice, no matter who it is for or against. I'm a human being, first and foremost. And as such, I'm for whoever and whatever benefits humanity as a whole.” - Malcom X

.
Para saber mais sobre este cenário, neste episódio você confere as entrevistas:
✔️ Flavia Buchmann, CMO da NotCo;
.
✔️ Guilherme Carvalho, secretário executivo da SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira) e fundador da Pop Vegan Food.
.
Juntos somos mais fortes!
👉 Não esqueça, novos episódios de segunda a sexta, sempre às 16h!
.
Você também pode conferir esse episódio nas plataformas de podcast:
🎧 Deezer: bit.ly/3dF4eZ1
🎧 Spotify: spoti.fi/2wRw7MG
🎧 Apple Podcasts: apple.co/2VQ5vED

Show thread

Plant-based conquista seu espaço no mercado brasileiro 🌱🥙
.
👉 Assista! > youtu.be/0rg39eZR5Dk
.
🔹 Alimentos que simulam textura e sabor de carne, queijos e derivados de animais estão em alta.
O consumo plant-based vem crescendo e conquistando todos os estilos, seja vegetariano, vegano ou flexitariano. Com isso, há desafios e oportunidades para a indústria e o mercado de alimentação fora do lar.

NSFW 

Podia ser a gente...mas esse isolamento tá atrapalhando...

Charutos baianos, um tabaco com História

Um imperador, escravos, presidentes, imigrantes alemães, refugiados cubanos e até mesmo um papa: todos foram seduzidos pelos charutos baianos.

nationalgeographic.sapo.pt/his

Em casa sim... Sem viver experiências nunca!
O que você faria se ela / ele estivesse com os olhos vendados?
Conta aí!

Bom dia!

O documentário de 17 minutos sobre o Território Quilombola da Bacia e Vale do Iguape, onde há a comunidade slow da ostra de mangue e azeite de dendê de pilão agora está no youtube e legendado para o italiano. Desse projeto Terra de Direitos nasceu o meu livro sobre o lugar, como bolsista da Cooperação Italiana. Se puder prestigiem. m.youtube.com/watch?v=IenJMUMp

Show more
Mastodon

Server run by the main developers of the project 🐘 It is not focused on any particular niche interest - everyone is welcome as long as you follow our code of conduct!