Saco cheeeeeiooooo de pandemia do caralho vai tomar no cu desse vírus maldito 8 meses nessa tô ficando doida já

Tomei vinho, à tarde. Dei banho nos cães. Dormi. Agora tô sem sono e marido dorme o sono dos justos. Queria que ele acordasse pra gente ver um filme ou algo assim. E tbm queria colocar os cães cheirosos para dormirem conosco. Mas só me resta ficar quietinha e não acordar ninguém.

E não é que o dia terminou feliz? Depois de 8 ANOS tentando tirar meu diploma do MBA que fiz, finalmente consegui. Feliz! Feliz! Feliz!

A pandemia nos trouxe a realidade da finitude. Todo santo dia imagino q tenho alguma doença que vai me matar e eu simplesmente não posso morrer antes da minha mãe, não tenho essa opção. Que Deus me ajude nisso, sinceramente.

Acredito numa coisa meio doida que é energia através de redes sociais, tipo energia positiva e negativa. Sei q não parece lógico, mas eu sinto.

E tenho certeza que se eu comentar algo na página da prefeitura vem um espírito de porco pra dizer que estou torcendo para ter mortes e, obviamente, está longe de ser o caso. Só acho curioso e não entendo pq a prefeitura não comemora a marca de mais de 15 dias sem mortes. Que mistério! (na verdade sabemos q é uma baita subnotificação, mas vou falar baixinho, vai q escutam)

Show thread

Enquanto isso, um candidato a prefeito e uma médica cloroquiner fizeram um evento comemorando o fim da pandemia. Isso mesmo! 60% dos médicos presentes na foto do evento sem máscara. Essa médica não usa máscara em lugar algum, apenas dentro do hospital. Tá difícil, né gente?

Show thread

No Instagram da prefeitura e da Secretaria Municipal de Saúde os comentários estão fechados.
TODOS os turistas andam sem máscara, aqui. Somente prestadores de serviços e alguns moradores continuam de máscara. E não temos mortes? Nada? Zero?
Tá estranho demais. E não é o calor que "mata o vírus" não. Ao contrário do restante do país, nossa temperatura está normal pra época. Máxima de 31°, em média. É isso aí.

Show thread

Em Porto Seguro (Bahia), estamos sem casos de mortes por Covid-19 desde o dia 21 de setembro.
Seria lindo se desse pra acreditar, claro. Até pq a prefeitura está calada sobre esses números e seria normal comemorarem, certo?
A coincidência foi q os casos estacionaram após aumentarem depois do feriado de 7 de setembro. Fiz um comentário analisando os dados, da época, na página da Secretaria de Saúde (sobre aumento de casos e mortes). Depois disso, ninguém mais faleceu e só restou o silêncio.

Comentei sobre sair do país em caso de reeleição do desalmado.
Ela disse q ele não termina o desgoverno, pq uma vidente disse que ele vai morrer.
Respondi, duramente: "Isso acontece só em filme. Na vida real, o bandido não morre no final, ele se reelege. Se eu fosse vc começaria a estudar espanhol".

Hoje não consegui amenizar não.

Show thread

Fui acostumada a dizer a verdade para minha mãe. Desde sempre. Falamos sobre tudo, eu só guardo alguns poucos "segredos" dela
(até pq tem coisa que mãe não precisa e nem quer saber)
Só que, agora, minha mãe é idosa. É cardíaca, está isolada - e é de esquerda, portanto está enfurecida. Além disso, está passando por um momento de transformação. Ela, sempre mto inquieta, está aprendendo a se escutar.
E nessa equação eu estou aprendendo a mentir para ela. Amenizar. Falar coisas que não acredito.

Se os próprios pais estão loucos pela volta às aulas, imagine os vizinhos que não ganham o amor e nem o colar de macarrão.
(obs.: não sou a favor da volta às aulas, mas tô ficando doida com as três crianças vizinhas q estão dando toooodos os sinais de tédio & desespero)

Detalhe: em algumas praias da região, desertas, é possível ver as pessoas se aproximando. Portanto dá tempo de colocar a máscara, esperar a pessoa passar, e tirar a máscara depois. Na Praia do Espelho nem alusão. Não vi um único turista nem com a máscara no pulso, no caso de precisar. Nada. Fomos embora dois dias antes, puro desespero. Fui pra relaxar um pouco, voltei indignada.

Em Caraíva, moradores foram ameaçados com armas pq pediram a dois turistas, homens, para colocarem as máscaras.
Eu não aconselho viagens para a região tão cedo.
Agora, durante a campanha política municipal, aglomerações sem máscara.
Ah, Rua do Mucugê, em Arraial D'ajuda, fez o Leblon e lotou. Enfim, acho que a pandemia acabou, por aqui.
Eu vou continuar com meus cuidados porque de doida só tenho a cara e olhe lá (2/2).

Show thread

Região sul da Bahia (Porto Seguro, Trancoso, Arraial D'Ajuda, Praia do Espelho e Caraíva) lotada durante o feriado e na semana seguinte.
80% dos turistas, ou mais, sem máscara. Fui para a Praia do Espelho em busca de isolamento e tive que ir embora antes de surtar. Até fotos tiraram da minha família pq estávamos de máscara (esperando a família sem máscara passar, que estava rindo muito da gente, gargalhadas). Somente os funcionários dos estabelecimentos de máscara (1/2)

Hoje volto ao trabalho, após longas férias de 4 dias úteis. Vida de profissional liberal, né? Ontem, li sobre não romantizar home office. Trabalho assim há 8 anos e ouvi mais sobre eu não trabalhar do que perguntas sobre o que realmente faço. Minha família mesmo acha q sou dona de casa. Moro em cidade turística e uma amiga próxima (não é mais) veio passar uns dias, uma vez. Chegou na segunda e foi embora na sexta (ou seja, foda-se meu trabalho, eu q me virasse). É isso aí.

Saí do Facebook e estou ensaiando uma saída do Twitter, mas ainda sem coragem. Confesso que ainda consumo mta informação por lá (e vídeos da Jojo Toddynho na Fazenda, pq aí não vejo o programa, só a participação dessa fada maravilhosa). Acho que o mundo está acabando. Aliás, tem sido destruído. Eu achava q seria algo de fora, tipo meteoros, mas parece q será suicídio mesmo.

Hj eu estava pensando que a pandemia me transformou em outra pessoa.
Meu olhar tem uma tristeza, meu cabelo tem um arrepio, minha alma tá sempre alerta (feito o meu cabelo).
Não consigo mais relaxar, tô fazendo um esforço danado pra me permitir relaxar um pouquinho.
Viemos com mta consciência, saúde mental (como se nota) tava indo de mal a pior. Amanhã é o penúltimo dia de férias e só então acho q vou conseguir relaxar um pouco. Tô com fome.

Peguei família, incluindo os dogs, fugimos pra praia deserta, no meio do mato, isoladíssimos.
Primeira vez, em 6 meses, q não penso no Covid-19 24 horas por dia.
Sei lá como vou voltar pra enxergar muro, muro, muro (minha casa não tem vista).
São 3 da manhã e já dormi o suficiente.
Queria acordar os companheiros de confinamento

Precisei sair há 8 dias. Foram 5 farmácias (não encontrava o remédio), uma recepção de médico, cartório e Correios.
Resultado: estamos isolados da minha mãe que mora em frente à nossa casa.
8° dia.
Ela lá sozinha, chorando todos os dias.
Tá fácil não.

Show older
Mastodon

Server run by the main developers of the project 🐘 It is not focused on any particular niche interest - everyone is welcome as long as you follow our code of conduct!